Páginas

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Realismo/Naturalismo

Sociedade europeia da segunda metade do século XIX:
Vivia um momento de vitória do liberalismo e de prosperidade para a burguesia industrial, também era o momento em que surgiam os primeiros levantes de um operariado miserável e o florescimento de ideias socialistas.

Realidade do Brasil neste período:
O país modernizava sua economia e vivia um processo de mudanças que levaria ao fim da escravidão e à República.

As contradições:
Embora as teorias liberais representem um avanço em direção às ideias de igualdade surgem inúmeras contradições.
          Na Europa - pobreza, jornada de trabalho de quatorze e dezessete horas, mão-de-obra mal paga de mulheres e crianças.
          No Brasil - luta pela liberalização do comércio, permanência da sociedade escravista, a tradição das elites e o analfabetismo.

As personagens: 
Moldadas de acordo com a realidade observada de fora pelo narrador, sem idealização.
          No naturalismo - retrato do corpo e dos comportamentos exteriores da personagem, enfatiza comportamentos instintivos e compara com animais.
          No realismo - retrato do espírito e da vida no interior da personagem.

Principais características do Realismo/Naturalismo:
Apego à objetividade, crença na razão, materialismo, cientificismo, determinismo e problemas patológicos.
          Apego à objetividade - não há mais espaços para uma literatura de textos ricos.
          Crença na razão - a emoção cede lugar à razão, surgindo friezas (às vezes crueldade) nas relações amorosas.
          Materialismo - visão materialista da vida, do homem e da sociedade, negando a relação com Deus, o dinheiro e o interesse como centro de tudo.
          Cientificismo - a defesa de que a vida e as ações do homem são determinadas pela ciência (postura radical do naturalismo).
          Determinismo - o naturalismo constrói personagens cuja conduta obedece a três variáveis: Hereditariedade - explica as tendências, a personalidade e a patologia. O meio - capaz de determinar o comportamento. Momento histórico - responsáveis pelas ideologias.
          Problemas Patológicos - retrata temas que chocam a sociedade da época: homossexualismo, lesbianismo, incesto, taras sexuais, loucura, adultério, racismo e prostituição.

Principal obra:
          Realismo - Memória Póstumas/Brás Cubas, denuncia a camada mais elevada.
          Naturalismo - O cortiço/Aluísio Azevedo, denuncia a camada mais desfavorecida.

Nenhum comentário :

Postar um comentário