Páginas

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

A origem lendária de Roma

Uma lenda relatada pelo poeta romano Virgílio (70-19 a.C) conta que Roma foi fundada por dois irmãos gêmeos, Rômulo e Remo, netos do rei Numitor, de Alba Longa, cujo trono fora usurpado por Amúlio. De posse do trono, o usurpador ordenou que Rômulo e Remo, recém-nascidos, fossem colocados dentro de um cesto e lançados nas águas do rio Tibre, que corta a cidade de Roma.
Levado pela correnteza, o cesto navegou rio abaixo, encalhando junto ao monte Palatino. Ali, os dois irmãos foram encontrados por uma estranha loba, que os amamentou. Posteriormente, um pastor chamado Faustolo acolheu as duas crianças e cuidou de sua guarda e educação.
Quando adultos, Rômulo e Remo reconquistaram o trono de Alba Longa para seu avô. Receberam, então, permissão para fundar Roma na região onde a loba os havia encontrado, o que teria ocorrido em 753 a.C.
Para ficar com o reinado da cidade, Rômulo matou o irmão. Do nome Rômulo deriva a denominação Roma.

Fonte: Livro de História -> História Global - Brasil e Geral - Gilberto Cotrim
Editora: Saraiva

4 comentários :

  1. Muito Bom. Já aprendi isso nas aulas de História xD! Mas é uma história interessante!

    ResponderExcluir
  2. É verdade, essa história é realmente interessante! Obrigada pela visita! *-*

    ResponderExcluir
  3. Adoro essa época histórica, suas mitologias, batalhas, sociedade, etc.

    Roma Antiga é minha paixão rs

    ResponderExcluir